Intercâmbio, Lugares, Viagens

25/04/2016

#PartiuAustralia Dia 01 – do Brasil ao Chile

Tags:, , , , , , , , , , ,

Tudo foi muito corrido, desde a decisão de pedir demissão no trabalho até a montagem das malas. A decisão de pedir demissão só se confirmou nas semanas que antecederam a viagem. Então começaram os corres para montar as malas para ficar mais tempo. Mais roupas e menos espaço.
E para piorar, fiquei doente na semana do embarque tendo febre. Depois de inalações intensas e muitos antibióticos estou a 99% para viajar.
no dia da viagem saindo de casa percebemos que minha digníssima não havia separado roupa de banho. Até meu pé de pato já estava embalado e já estávamos nos dirigindo ao ponto de encontro quando ela perguntou se íamos a praia durante a viagem. Fiquei estarrecido e ao mesmo tempo muito indignado. Como assim? Mas voltei para casa assim que deu e fomos buscar materiais para ela usar na praia. Ao chegar ao ponto de encontro para os guerreiros nos levarem para o aeroporto colocamos todas as malas nos carros e partimos.
Eu estou acostumado a viajar de carro, mas usando GPS. Indo sem, foi uma aventura. Passamos por todos os terminais do aeroporto de Guarulhos até acertar o estacionamento do terminal 3. É eu sei, tão fácil de chegar mas com muitos GPSs humanoides falando na cabeça erramos 3 vezes. Mas no fim serviu para conhecer o embarque e desembarque dos três terminais.
Chegamos no aeroporto por volta das 14h30. Sugeri que fôssemos direto para o check-in para tentar assentos próximos. Ainda bem, pois saímos daí para o embarque as 18h05. Isso mesmo. Ficamos todo esse tempo esperando resolverem como faríamos para embarcar. Perderam nossas passagens, depois não foram geradas as etiquetas das bagagens. Muito rolo até que com uma imensa ajuda da atendente Muriel da Tam conseguiram nos embarcar correndo no voo das 18h05 ao invés do voo das 18h45 ou 18h55 como foi comprado e reservado. Um grande problema foi q não consegui usar meu código latam/multiplus. Uma correria maluca literalmente passamos pelo aeroporto correndo do check-in F até o portão de embarque para pegar a van. Até nossos nossos nomes foram anunciados como na última chamada. Quero salientar que estávamos bem adiantados, mas algo ocorreu e nossas passagens não foram encontradas precisando ser emitidas novamente.
Loucura é quem chega em cima da hora pra fazer check-in.
Escrevo este texto no voo. Sentido Santiago do Chile. O voo todo fala espanhol e a cada minuto o coração bate mais acelerado. Não deu tempo para comer e muito menos tirar foto ou fazer um vlog no aeroporto.
Essa aventura continua.
Continue acompanhando esses posts pela hashtag #PartiuAustralia. Vou escrever o que foi relevante, engraçado e o que me surpreendeu, positiva e negativamente.
Compartilhe, curta e clique em +1 para que seus amigos também possam ler sobre nossa aventura.
“Confie desconfiando.” – alguém por aí.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *